Diretora da Presoti Comunicação tem artigo publicado no jornal Estado de Minas


26/01/2016

Este artigo foi assinado pela diretora executiva da Presoti Comunicação, Flávia Presoti, para alertar os empresários mineiros sobre a importância da comunicação em cenário de crise econômica. O texto foi publicado originalmente no caderno Opinião, do jornal Estado de Minas, no dia 24/01/2016.

Cortar a comunicação na crise é  prejudicial aos negócios

A estagnação da economia, o cenário de indecisões econômicas e as incertezas políticas brasileiras fazem com que algumas empresas cortem os investimentos na comunicação.  Infelizmente e, em alguns casos, até por falta de conhecimento de como atuam os profissionais da área de comunicação, quem figura entre as primeiras na lista de cortes das empresas é justamente a comunicação.

Mas será que o corte na comunicação é eficaz para o seu negócio? Certamente que não. Em tempos de crise, a comunicação corporativa é ainda mais necessária para pequenas, médias e grandes empresas. Uma comunicação eficaz, proativa, criativa e transparente pode fazer toda a diferença para o seu negócio e deve ser constante.

Geralmente e principalmente no Brasil, a comunicação é chamada para ‘apagar incêndios’, quando o fato negativo já ultrapassou os muros da empresa. Isso demonstra claramente que ainda existem no país inúmeras empresas sem a cultura da comunicação nem de um trabalho preventivo de gestão de crise enraizado em seu planejamento anual.

Os empresários esquecem que as informações precisam chegar a todos os públicos. Para  que isso ocorra com ética, profissionalismo, qualidade e resultado, o melhor a fazer é ter em seu negócio um serviço estruturado de comunicação corporativa. A crise pode ser o momento ideal para rever o planejamento, fazer novas apostas e criar estratégias com a mídia, os consumidores e os colaboradores.

É certo que um bom planejamento e a contratação de uma boa empresa de comunicação certamente levam o investimento em comunicação a contribuir para melhorar a imagem da sua empresa no mercado. Afinal de contas, é preciso aparecer para crescer, e uma das apostas para aparecer bem no mercado é investindo em comunicação.

Diferentemente do que muitos empresários acreditam, o corte da comunicação é prejudicial à saúde do negócio. Enquanto uns são pessimistas e se desesperam, outros calmamente e de forma otimista acreditam que o cenário de crise não seja tão desesperador. Eles enxergam nas assessorias de comunicação a ferramenta eficaz para continuar mostrando para o mercado o que a sua empresa tem de melhor.

Comunicar bem com a imprensa, com o público interno, com fornecedores, clientes e gerar conteúdo de qualidade precisa ser uma constante. E as assessorias de comunicação, seja por meio de seus assessores de imprensa (relacionamento com a imprensa), de seus analistas de redes sociais, de newsletters, seja pela publicidade, contribuem para aproximar a marca da sua empresa de seus consumidores, sem deixá-la cair no esquecimento, além de blindar informações estratégicas.

Além disso, é  bom lembrar que a sustentabilidade dos seus negócios também passa pelo investimento em comunicação interna e externa. O investimento em comunicação deve fazer parte de um  planejamento constante e estratégico de toda e qualquer empresa que almeja fidelizar e captar clientes e manter a marca forte.

Então o que você está esperando para seguir em frente? Empresas bem-conceituadas geram confiança e conquistam clientes, parceiros e colaboradores. Invista na comunicação do seu negócio, pois quem não é visto não é lembrado.  E lembre-se: você pode até diminuir os investimentos em ações de comunicação, mas nunca deixe de investir na comunicação usando a desculpa de que está esperando a crise passar.



5 tendências de marketing digital para ficar atento em 2016


26/01/2016

Um dos segmentos que mais se reinventou nos últimos anos foi o marketing online, com diferentes maneiras de impactar os usuários da rede, transformando-os em clientes.

As inovações vão desde anúncios publicitários em redes sociais até layouts de sites pensados sob medida para estimular os usuários a consumirem.

O empreendedor Dan Scalco, fundador da Digitalux, elencou as cinco principais tendências do marketing digital para 2016, no site da Inc. Confira a lista:

1. Mais sites se tornarão responsivos

A primeira tendência cada vez mais deixa de ser uma opção para tornar-se uma necessidade. A tecnologia muda constantemente o mundo do marketing, e em 2016, os novos sites já deverão ser desenvolvidos de maneira responsiva, ou seja, ajustando-se a qualquer tamanho de tela. Seja ela de um computador, de um tablet ou de um smartphone.

2. SEO continuará sua mudança para marketing de conteúdo

O SEO, sigla em inglês para Sistema de Otimização de Busca, não está morto. Ele apenas cresceu. O que antes era visto como uma prática obscura para direcionar os usuários até sua página está se transformando no que profissionais estão chamando de Marketing de Conteúdo. Ao invés de apenas colocar palavras-chave que remetam a buscas relacionadas ao seu produto ou serviço, os filtros cada vez mais rigorosos, exigindo que as empresas criem conteúdo útil aos usuários para ter relevância na hora da busca.

3. Os vídeos vão se tornar a principal plataforma de conteúdo

Assim como a internet evolui, a forma como consumimos conteúdo também. Através do sucesso do YouTube, em 2015, as plataformas de vídeo se consolidaram como uma das principais maneiras de transmitir conteúdo. Com vídeos, é possível alcançar uma taxa de conversão e engajamento dos usuários muito mais elevada do que de outras maneiras. Os estudos mostram que os visitantes ficam dois minutos a mais em uma página se ela tiver um vídeo.

4. Design e velocidade serão uma necessidade, não um luxo

Os sites que vão se destacar em 2016 não são apenas os que fornecem o melhor conteúdo, mas aqueles que o fazem da forma mais eficaz e eficiente possível. Isso significa que a maneira que seu site é projetado e a velocidade que ele carrega são fatores essenciais para transformar seu visitante em um cliente.

5. Conteúdo ficará mais interativo

O que transformou o Buzzfeed em um dos maiores sites da internet? Não foram as manchetes características ou as matérias em forma de listas. Foram seus quizzes. O Buzzfeed foi capaz de transformar a premissa de um quiz de personalidade em um fenômeno viral, por mexer com o ego das pessoas. No momento que alguém respondia a um quiz, o site o encorajava a compartilhar os resultados com os amigos em suas redes sociais, motivando todos a fazerem o mesmo.

Esse tipo de conteúdo interativo foi também um dos posts mais visitados do jornal New York Times, com um quiz sobre as variações linguísticas das diferentes regiões dos Estados Unidos. Esse formato faz sucesso pois engaja o usuário de uma maneira a proporcionar uma experiência única ao consumir aquele conteúdo. Em 2016, veremos mais conteúdo interativo no formato de vídeos (como os vídeos 360 graus), realidade virtual, e anúncios que criam um diálogo entre a empresa e seu público-alvo.

Fonte: http://revistapegn.globo.com/Dia-a-dia/noticia/2016/01/5-tendencias-de-marketing-digital-para-ficar-atento-em-2016.html



107ª edição da Revista Anfarmag é lançada pela Presoti Comunicação


20/01/2016

A revista da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag), cliente da Presoti Comunicação, chega para os seus associados. Confira! http://bit.ly/1ZBRraJ

 

 

Anfarmag



Página 10 de 19« Primeira...89101112...Última »